"Dançando" leva Doesdicon a Torres Novas

"Dançando" leva Doesdicon a Torres Novas

 O Dançando com a Diferença leva ao palco do Teatro Virgínia, em Torres Novas, no próximo dia 27 de outubro, o espetáculo DOESDICON, a criação de Tânia Carvalho que estrearam em 2017.

Nas palavras da coreógrafa DOESDICON, procura uma composição para desenho de movimentos fixos, não rígidos. É um trabalho dos contrastes rítmicos do corpo em deslocação ou não. Esta obra que procura não deixar ninguém indiferente.

Desde a sua estreia, que aconteceu no Teatro Viriato, na cidade de Viseu, já circulou por diferentes teatros e cidades onde podemos destacar o Teatro Maria Matos (em Lisboa), Teatro Municipal da Guarda (na Guarda), Teatro-Cine de Torres Vedras (em Torres Vedras), Centro de Arte de Ovar (em Ovar) e Mudas. Museu de Arte Contemporânea da Madeira (na Calheta) onde aconteceu a estreia regional entre os dias 02 e 04 de junho de 2017, sendo uma obra que já foi vista por aproximadamente 2 mil pessoas.

Tânia Carvalho desenvolveu a sua nova criação compondo, paulatinamente, momentos que encantam o público com as singularidades muito características do talento desta artista, associadas ao elenco do Dançando com a Diferença.

Para Henrique Amoedo, diretor artístico do Dançando com a Diferença, “DOESDICON, passado mais de um ano desde a sua estreia, continua a ser uma obra forte e vibrante. Motiva os bailarinos e chega muito bem ao público. É uma importante obra do nosso repertório, tem contribuído muito para o crescimento do seu elenco de intérpretes e há, por parte da coreógrafa Tânia Carvalho, um carinho enorme para connosco e esta criação. Temos esgotado muitas salas com esta obra, o que sempre é muito recompensador. Para além de DOESDICON temos mais duas obras em circulação neste momento, ENDLESS e HAPPY ISLAND e até o fim deste ano as três subirão a difentes palcos, algo que obriga um enorme planeamento, sendo também muito exigente do ponto de vista artístico. Momentos importantes para nós que fazemos o Dançando com a Diferença”.

 

Ficha Artística

Coreografia e Direção: Tânia Carvalho
Música: Diogo Alvim
Voz: Tânia Carvalho, a partir de Lumi potete Piangere, de Giovanni Legrenzi
Figurino: Aleksandar Protic
Desenho de luz: Tânia Carvalho e Maurício Freitas

Intérpretes: Bernardo Graça; Diogo Freitas; Isabel Teixeira; Joana Caetano; Maria João Pereira; Nuno Borba; Sara Rebolo e Telmo Ferreira

 

Autor: Ana Luísa Correia

Fonte: Diário de Noticias

 

Publicado a 22 Outubro, 2018

4252 Visualizações

Categoria:

Comunicação