2ª Fase de Criação com Vera Mantero

  • 1366

2ª Fase de Criação com Vera Mantero

Janeiro arranca da melhor forma, com a segunda fase de criação de Vera Mantero para o grupo Dançando com a Diferença.

A decisão de convidar Vera Mantero para coreografar para os Dançando com a Diferença era uma vontade já antiga de Henrique Amoedo que vê na linguagem estética e artística desta coreografa um elemento essencial para desenvolvimento artístico do elenco e do trabalho da companhia.

De 08 a 31 de janeiro, o estúdio do Dançando com a Diferença recebe a artista e os bailarinos para 3 semanas de trabalho intenso e cheio de descobertas.

 

Sobre Vera Mantero:

Artista, bailarina e coreógrafa, Vera Mantero estudou dança clássica com Anna Mascolo e integrou o Ballet Gulbenkian entre 1984 e 1989. Tornou-se um dos nomes centrais da Nova Dança Portuguesa, tendo iniciado a sua carreira coreográfica em 1987 e mostrado o seu trabalho por toda a Europa, Argentina, Uruguai, Brasil, Canadá, Coreia do Sul, EUA e Singapura. Em 1999 a Culturgest organizou uma retrospectiva do seu trabalho até à data, intitulada “Mês de Março, Mês de Vera”. Representou Portugal na 26ª Bienal de São Paulo 2004, com "Comer o Coração", criado em parceria com Rui Chafes. Em 2002 foi-lhe atribuído o Prémio Almada (IPAE/Ministério da Cultura) e em 2009 o Prémio Gulbenkian Arte pela sua carreira como criadora e intérprete. Desde 2000 dedica-se também ao trabalho de voz, cantando repertório de vários autores e co-criando projectos de música experimental.

 

O Dançando com a Diferença é uma estrutura financiada no biénio (2020 - 2021) pela:

República Portuguesa - XXII Governo / Direção-Geral das Artes.

Governo Regional da Madeira através da Direção Regional de Educação e Direção Regional de Cultura.E Câmara Municipal do Funchal.

Como apoios locais, temos o:PortoBay Hotels & Resorts e o Júlio Silva Castro - Fotografia, Vídeo e Publicidade.

A Cia. Dançando com a Diferença é a companhia residente no MUDAS. Museu de Arte Contemporânea da Madeira e Projeto Residente no Teatro Viriato, em Viseu