Instalação além dos palcos

de Dançando com a Diferença

2013

"Instalação além dos palcos"

 

 

A Exposição Além dos palcos apresentou uma retrospetiva dos doze anos de atividade do Grupo Dançando com a Diferença, desde a implementação do conceito de Dança Inclusiva até ao processo de internacionalização e disseminação do conceito, atualmente em curso.

 

Fruto de uma colaboração entre a Associação dos Amigos da Arte Inclusiva – Dançando com a Diferença (AAAIDD) e o Madeira Interactive Technologies Institute (Madeira-ITI) da Universidade da Madeira (UMa) este trabalho retratou diferentes facetas da história do projeto Dançando com a Diferença, tendo maior ênfase na companhia residente no Centro das Artes Casa das Mudas, o Grupo Dançando com a Diferença e a sua história.

 

A colaboração entre a AAAIDD e o M-ITI surgiu no âmbito do Mestrado em Engenharia Informática (MEI), curso de 2º ciclo de Bolonha, onde o aluno Hugo Samuel Abreu Gonçalves esteve a concluir uma investigação sob o tema "VISUALIZAÇÃO DE MÚSICA", sob a orientação do Professor Doutor Mon-Chu Chen.

 

O Madeira-ITI é o primeiro instituto de inovação da Universidade da Madeira, estabelecido como uma associação privada sem fins lucrativos dedicada à investigação e desenvolvimento, cujos membros fundadores são a Universidade da Madeira, o Madeira Tecnopolo S.A. e a Universidade de Carnegie Mellon. Opera no domínio multidisciplinar da Interação Humano-Computador, encapsulando contribuições das áreas de Informática, Psicologia e Design de forma a responder a importantes desafios científicos e tecnológicos que são relevantes para a sociedade e que comportam um significativo impacto económico.

 

“Como é apanágio do Madeira-ITI, tenta-se que os trabalhos desenvolvidos pelos alunos tenham aplicação prática no mercado, pelo que a ligação à ligação à indústria é grande, criando aos estudantes desafios reais, idênticos ao que eles irão depois encontrar no exercício da sua profissão” referiu Dulce Pacheco, Coordenadora Académica e de Marketing do Madeira-ITI. Henrique Amoedo, diretor artístico do Dançando com a Diferença, concorda com este comentário e ainda refere que “esta parceria abre-nos uma série de outras possibilidades que podem ser exploradas tanto em ambientes de espetáculo, quanto nas ações de âmbito educacional e de apoio terapêutico. Espero que num futuro muito próximo estejamos a criar conjuntamente novos produtos”.

 

“São apresentados sete diferentes ambientes no Espaço 116. Alguns deles assentam no uso de sensores de captação de movimento, nomeadamente o Kinect usado nas consolas XBOX 360, que através dessa captação em tempo real convertem as imagens/movimentos em uma mistura de efeitos que são projetados em paredes/formas ou ainda reproduzidos em televisões. Toda esta interação faz com que haja maior proximidade entre os intérpretes e o público, permitindo a estes fazerem parte integrante da instalação”, referiu Hugo Gonçalves, que ainda fez questão de mencionar que “todo este trabalho tem a grande colaboração do Dançando com a Diferença, do M-ITI que disponibilizou a maioria dos recursos para que a instalação pudesse ser realizada e ainda duas grandes empresas de software internacionais que patrocinam o projeto com licenças de software gratuitas, são elas a DELICODE e MADMAPPER, além da cedência do local pelos gestores do Espaço 116”.

A união da ciência e da arte estiveram presentes neste projeto que contou com os criadores associados, Henrique Amoedo, Hugo Gonçalves, Maurício Freitas, Mickaella Dantas, Monchu Chen, Telmo Ferreira, todos sob a direcção artística de Henrique Amoedo.

 

Parceria: MITI - Madeira Interactive Technologies Institute  da  Universidade da Madeira

Data: 08 de Junho a 6 de Julho de 2013

Local: Galeria 116 – Funchal

 

Instalação além dos palcos

Instalação além dos palcos

Publicado a 08 Abril, 2018

1648 Visualizações

Categoria:

Atividades