BLASONS

de François Chaignaud

2022

Os brasões (Blasons) são conhecidos como símbolos heráldicos que caracterizam uma família, uma cidade ou uma organização, mas também são poemas que surgiram em meados do século XVI na França. Em torno de Clément Marot, um grupo de poetas da corte se comprometeu coletivamente a brasonar partes do corpo feminino, ou seja, observá-las, descrevê-las e elogiá-las. Esses brasões – dedicados à garganta, aos lábios, à sobrancelha, ao pé ou ao mamilo – deram depois origem aos contrabrasões, seus homólogos satíricos e críticos.

Esses brasões literários – contemporâneos dos avanços da dissecação anatómica – oferecem um pacto inédito e inquietante entre percepção, objetivação e estetização. O corpo do outro – o corpo do brasonado – torna-se campo de observação – divisível e apropriável; o brasão o coloca em um pedestal, tanto quanto o esvazia de sua humanidade. Historicamente, o brasão literário é, portanto, a expressão do privilégio daqueles que descobrem e consideram o mundo e os outros como sua posse, de um ponto de vista superior.

Com os artistas da Dançando com a Diferença, comprometemo-nos a recuperar esta dinâmica do brasão – e revertê-la. Os bailarinos não são mais os corpos estranhos, magníficos ou curiosos que passamos a observar e esquadrinhar – eles se oferecem para nos mostrar sua maneira de brasonar o mundo, ou seja, de olhar o público para dançar um elogio ou uma sátira. O brasão torna-se então um ato de empoderamento, através do qual se recupera a legitimidade da própria percepção. É também uma forma de aproximar as noções de soberania, ornamentação e representação aos seus limites grotescos.

BLASONS é uma peça curta, uma espécie de ritual de observação para iniciar o resto da noite.

 

Duração: 25 minutos 

Público-alvo: maiores de 6 anos

 

Estreia absoluta: 01 de outubro de 2022, Teatro Municipal do Porto (Portugal)

 

Ficha artística:

Coreografia e direção: François Chaignaud

Assistente de criação: José Gregório Nóbrega

Intérpretes: Bárbara Matos, Bernardo Graça, Joana Caetano, Mariana Tembe, Milton Branco, Sara Rebolo, Sofia Marote, Telmo Ferreira

Desenho de Luz: Abigail Fowler

Figurinos: Henrique Teixeira

 

Dançando com a Diferença

Direção Artística: Henrique Amoedo

Produção Executiva: Nuno Simões

Produção: Claudia Nunes, Francisca Jácome Lima, Milton Branco

 

 

Blasons, de François Chaignaud

Blasons, de François Chaignaud

Publicado a 15 Janeiro, 2024

200 Visualizações

Categoria:

Repertório